(73) 98851 - 9555

NO AR

FAÇA DIFERENÇA

Com Pastor: Tony Coelho

Brasil

Após entrevista, José Ronaldo rebate críticas de Rui Costa

Publicada em 11/07/18 as 10:57h por Proeves fm 104,9 - 3 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Proeves fm 104,9)

O pré-candidato ao governo do estado pelo Democratas, José Ronaldo, não gostou nem um pouco das declarações do governado Rui Costa durante uma entrevista concedida por ele à Rádio Metrópole (veja aqui). Na ocasião, Costa fez críticas ao "não-funcionamento do Samu regional" e disse que o Estado tem mais alunos matriculados no ensino fundamental que o município de Feira de Santana.

 

Para o ex-prefeito de Feira de Santana, o governador do PT agiu de má fé ao alegar que a cidade, a maior da região, teria se negado a assumir a coordenação do Serviço de Atendimento Médico de urgência. “O Samu de Feira de Santana iniciou suas atividades em setembro de 2004. O serviço sempre foi um desejo da região, mas algumas prefeituras não aderiram alegando falta de recursos. Apenas Irará e Conceição do Jacuípe implementaram o sistema juntamente com Feira”.

 

Ronaldo afirmou que os demais municípios não aderiram ao processo de regionalização por “questões de financiamento inerentes a cada base descentralizada”. “Feira de Santana, como sede do Samu regional com a Central de Regulação de Urgência, sempre articulou esse processo e mantém diálogo contínuo com gestores e equipe técnica regional na perspectiva de orientar e ampliar a regionalização das urgências na microrregional”.

 

Educação

O ex-prefeito de Feira rebateu também a declaração do governador do PT com relação ao número de alunos inscritos no Ensino Fundamental em Salvador e Feira de Santana. “Rui quer insinuar que o governo tem mais alunos matriculados, como se fosse uma disputa entre governo e prefeitura. Historicamente, há mais de 40 anos, o governo estadual mantém em vários municípios da Bahia parte do ensino fundamental II”.

 

Ainda segundo José Ronaldo, o governo do PT quer encontrar falhas onde não existe.  “Não existe rivalidade nisso. Ao contrário, o estado recebe recursos do Fundeb para esse propósito. É muito importante que ambos invistam na educação. Feira sempre investiu bem acima do mínimo exigido pela Constituição. O estado tem que cumprir suas obrigações construindo escolas. No atual governo praticamente não houve construção de novas escolas. Ao longo do tempo, muitas vagas foram sendo municipalizadas”.






Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

 
Enquete
Qual dessas Redes Sociais você acessa Mais?

 Facebook
 WhatsApp
 Instagram
 YouTube







.

LIGUE E PARTICIPE

(73) 3612-9967 (73)3617-7464

Visitas: 50842
Usuários Online: 21
Copyright (c) 2018 - Proeves fm 104,9